terça-feira, 21 de junho de 2011

o verão veio para ficar



e para que a vida amadureça 
o que as árvores nos oferecem. 
e então será só nossa a alegria das colheitas. 
a esperança 
de nos vermos transformados 
nessa seiva das sementes que plantámos junto ao peito, tornadas frutos da paciência dedicada 
a cuidar para que crescessem. 
humildemente, 
há que acolhê-lo, 
dando graças por ser manso, 
azul por dentro, 
luz acesa sobre o mar do nosso espanto.

Sem comentários:

Publicar um comentário