sábado, 29 de outubro de 2011



~ sangue ~
deixo que escorra e abro-te as asas. 
obrigada pelas aguarelas. 
é tudo tão breve, já reparaste?

Sem comentários:

Publicar um comentário